skip to main content


A influência da cor do substrato dental nos tratamentos com lentes de contato e facetas

Muitas vezes, o paciente chega ao consultório em busca de um tratamento estético já apresentando uma série de intervenções reabilitadoras, como, por exemplo, coroas, pinos metálicos ou estéticos, juntamente com seus dentes naturais. Possibilitar um tratamento uniforme e estético em um contexto de diferentes substratos é um desafio. No caso de lentes e facetas, o tratamento é ainda mais desafiador devido à translucidez dessas peças. Por definição, o que determina se uma peça protética pode ser classificada como faceta ou lente de contato é a sua espessura. Contando com um acabamento muito mais fino e delicado, a lente de contato possui em média de 0,2 a 0,6 mm de espessura, enquanto que a faceta pode variar de 0,7 a 2 mm – esses parâmetros, entretanto, não são consenso na literatura e causam divergência entre os autores. Essas peças são relativamente recentes na odontologia e são indicadas para reabilitações estéticas por conta de sua capacidade de alterar a forma e, em certa proporção, a cor do dente, bem como sua textura. Para lidar com os substratos escurecidos é importante conhecer a causa e planejar o tratamento de modo que o resultado buscado seja uniforme e natural. Para ter o texto completo, ...

LER MAIS

Como fazer uma prescrição medicamentosa correta?

A prescrição medicamentosa é um documento muito importante, tanto para a segurança do paciente, que deve seguir à risca as orientações que constam ali escritas, como para o profissional, em caso de alguma intercorrência com o paciente. Mas, você saber como fazer o correto preenchimento desse documento? Primeiro, o profissional tem a responsabilidade ética e civil e de conhecer efeitos, mecanismos de ação e reações adversas dos fármacos. Existem diversos apps para celulares que permitem o acesso rápido à bula da maioria dos remédios mais comuns. Veja um exemplo: https://prodoctor.net/medicamentos A prescrição odontológica deve ocorrer apenas no relacionamento profissional-paciente em decorrência de ato ou procedimento odontológico. Assim, deve-se ater a medicamentos que têm por finalidade agir em causas de enfermidades na área da odontologia. Na prescrição deve haver as seguintes informações: Nome do paciente, data, forma farmacêutica e potência do fármaco prescrito. A quantidade total do medicamento (número de comprimidos, drágeas, ampolas, envelopes), de acordo com a dose e a duração do tratamento. A via de administração, o intervalo entre as doses e a dosagem máxima por dia. Nome, endereço e telefone do cirurgião-dentista para contato em caso de dúvidas ou ocorrência dos problemas relacionados ao uso de medicamentos. Saiba mais: O documento ...

LER MAIS

Seu paciente relatou que não está sentindo alguma região da boca depois que a anestesia passou?

A parestesia é caracterizada pela falta de sensibilidade em alguma região do corpo. O paciente pode experimentar também sensação de dormência ou formigamento no local afetado. Na odontologia, ela ocorre como uma intercorrência de procedimentos como exodontias (em especial de terceiros molares mandibulares), cirurgias de implantes dentários e procedimentos anestésicos regionais devido a trauma direto causado pela agulha, compressão do nervo causada pelo edema após a injeção, lesão de pequenos vasos sanguíneos ou ainda neurotoxicidade do sal anestésico. Os efeitos da falta de sensibilidade podem ser permanentes ou temporários. Em geral, ocorre a remissão dos sintomas no período de um até 18 meses. Entretanto, quanto mais o tempo passa, menores as chances de os sintomas desaparecerem. Segundo Eduardo Dias de Andrade e equipe, para prevenir essa intercorrência deve-se evitar o uso da articaína 4% em bloqueios regionais, devido à sua neurotoxicidade, dando preferência às soluções de lidocaína 2% ou mepivacaína 2% e fazendo uma única punção no bloqueio dos nervos alveolares inferior e lingual, evitando movimentar a agulha durante a injeção do anestésico. Além disso, é de extrema importância que o profissional estude o local do procedimento e tenha o conhecimento da posição das estruturas anatômicas da região. Entretanto, mesmo ...

LER MAIS