skip to main content


Dor de dente: ibuprofeno e paracetamol são os mais eficazes

O ibuprofeno e outros anti-inflamatórios não-esteroides sozinhos ou em combinação com paracetamol são melhores para aliviar a dor de dente, de acordo com uma nova pesquisa realizada pela Faculdade de Odontologia da Universidade Case Western Reserve, nos Estados Unidos. Assim, os pesquisadores concluíram que os opioides devem ser usados como um último recurso. O uso de anti-inflamatórios não-esteroides, com ou sem paracetamol, oferece o equilíbrio mais favorável entre benefícios e danos, otimizando a eficácia e minimizando os eventos adversos agudos. A pesquisa descobriu que, para adultos, uma combinação de 400 miligramas de ibuprofeno e 1 grama de paracetamol foi superior a qualquer medicação contendo opioides estudados. O estudo também descobriu que opioides ou combinações de drogas que incluíam opioides foram responsáveis ​​pelos efeitos colaterais mais adversos, incluindo sonolência, insuficiência respiratória, náusea/vômito e constipação em crianças e adultos.   Fonte: Dental Press.

LER MAIS

Novo método para anestesia tópica pode aumentar sua eficácia

Pesquisadores brasileiros e americanos estão desenvolvendo um novo método para a anestesia tópica utilizando microagulhas, visando alcançar a mucosa em maior profundidade, aumentar o efeito anestésico e facilitar ainda mais o momento da anestesia odontológica. Os pesquisadores da Texas Tech University (TTU) e da Faculdade de Odontologia de Piracicaba da Universidade Estadual de Campinas desenvolveram um pequeno dispositivo que contém 57 microagulhas. Quando o dispositivo é colocado sobre a gengiva, bochecha ou qualquer outro local da boca a ser anestesiado, ele cria pequenos orifícios através dos quais  medicamentos anestésicos, como a lidocaína, pode penetrar em regiões mais profundas da mucosa oral. O dispositivo foi testado em 10 pacientes e os resultados têm sido positivos. A anestesia tópica convencional não garante o conforto total do paciente, principalmente quando uma injeção em profundidade é necessária para bloquear um nervo, o que provoca ansiedade para pacientes e dentistas e pode comprometer o resultado do tratamento.   Fonte: Dental Tribune.

LER MAIS